Método Crossfit: é verdade que essa prática provoca muitas lesões?

3 minutos para ler

O método crossfit vem ganhando cada vez mais adeptos e por utilizar técnicas como levantamento de peso, abdominais, burpees e exercícios de alta intensidade, pessoas que desejam manter uma vida saudável e emagrecer se interessam por essa prática.

Por ser uma modalidade considerada nova, ainda há muitas dúvidas e mitos em relação a este exercício. Um deles é que a prática provoca mais lesões do que outros tipos de atividade física.

Mas, será que isso é verdade?! Continue lendo o post e descubra!

O método crossfit provoca muitas lesões?

Toda atividade física tem algum risco associado. Ele pode estar atrelado ao condicionamento físico do praticante ou ao próprio exercício, como intensidade, ambiente em que é praticado etc.

Segundo um estudo desenvolvido pelo The Journal of Strength & Conditioning, sobre a incidência de lesões em mil horas de prática esportiva em diferentes modalidades, alguns esportes tiveram ocorrência mais elevada que crossfit, como:

  • judô – 16,3%;
  • basquetebol – 9,1%;
  • futebol – 7,8%;
  • voleibol – 7,0%;
  • corrida – 3,6%;
  • crossfit – 3,1%.

Então por qual razão este mito existe? Geralmente, as lesões estão condicionadas quando há uma sobrecarga na articulação, repetição excessiva ou execução errada dos exercícios. Isso pode estar associado ao imediatismo que algumas pessoas têm em relação a ter um corpo sarado de um dia para o outro e não respeitar seus limites físicos.

O que fazer para diminuir os riscos de lesões?

Como já dito, qualquer exercício tem algum risco envolvido, mas não é por isso que você deixará de praticar atividades físicas, não é mesmo? Tomado os devidos cuidados, o método crossfit pode trazer vários benefícios.

Junto com uma boa alimentação, o exercício acelera o metabolismo, fortalece os músculos e articulações e diminui as chances de doenças degenerativas.

Se você não se exercita frequentemente, é recomendado realizar um check-up antes de iniciar qualquer exercício físico, principalmente os de alta intensidade — como é o caso do crossfit. Se houver algum problema que o impeça de praticar esportes e exercícios, seu médico vai avisá-lo.

Como iniciar a prática de crossfit?

Antes de iniciar, converse com profissionais de educação física, e principalmente que já trabalhem na área. É importante eles saberem seu nível de treinamento, como está sua saúde e se já teve alguma lesão anterior.

Dessa forma, ele pode adaptar o treino para as suas necessidades e, assim, diminuir riscos de lesões. É fundamental, também, respeitar os limites do seu corpo. Seja paciente, os resultados de qualquer atividade física demoram certo tempo para aparecer.

Agora ficou mais claro que o método crossfit não provoca muitas lesões comparado a outros exercícios, assim esperamos que você possa usufruir dos benefícios dessa atividade física, a qual vai além da estética.

Lembre-se da importância em procurar locais adequados com profissionais treinados que possam auxiliá-lo na execução dos exercícios. Além disso, observe a reação do seu corpo e se houver dor ou desconforto, procure um médico.

Gostou das informações? Que tal compartilhar nas redes sociais e ajudar a desmistificar alguns mitos em relação ao crossfit.

Além disso, clique aqui, assine nossa newsletter e seja sempre o primeiro a receber nossos conteúdos exclusivos. E, agende uma aula grátis com a Giovanna, clicando aqui. 

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-