Açúcar na dieta, pode?

3 minutos para ler

Se você perguntar a uma pessoa que está querendo emagrecer: qual é o maior vilão da sua dieta? Muito provavelmente ela vai responder: o açúcar!

Mas, segundo o médico Dr. Sérgio Pistarino, criador do método High Five Health, esse alimento não é tão ruim assim, porque se souber consumi-lo, ele pode se tornar seu aliado para evitar possíveis compulsões alimentares.

Então, antes de tudo, o que você precisa entender é que o emagrecimento é um processo e não um simples evento.

Falo isso porque você não irá ficar saudável apenas porque comeu um prato de salada no almoço, assim como não irá ficar doente só porque comeu uma barrinha de chocolate no fim da noite, entende?

Emagrecer nada mais é do que um manejo de estilo de vida, onde você melhora o seu hábito dia após dia, até que vira rotina e pronto, os resultados começam a aparecer. Simples assim. Sem remédios ou qualquer outro fator externo. 

Agora, fica a pergunta: onde entra o açúcar nesta história?

Entra na parte em que eu te conto que não é o açúcar que engorda, mas sim o superávit calórico que consiste nele por conta de ser um alimento com alta densidade calórica.

Então, com pequenas porções, você tem grande risco de criar um ambiente de superávit.

Mas, a partir do momento que você entende o quanto pode comer determinada coisa, a mágica está feita e este açúcar pode até te ajudar a emagrecer.

Entender o que foi citado acima é muito menos doloroso do que cortar da sua dieta algo que você gosta demais e além disso, evita de engordar tudo novamente e perder todos os seus resultados conquistados.

Pensa comigo em um exemplo: se você gosta muito de chocolate, vai ser um sacrifício tremendo excluir ele da sua dieta. Então, porque não encaixar esse chocolate em porções adequadas no seu dia a dia? O sacrifício acaba e você pode manter o consumo mesmo depois de obter os resultados.

Isso é flexibilidade alimentar, ou melhor, realidade. É ser feliz comendo o que quiser, em doses certas durante o seu dia e mesmo assim conquistar seus objetivos.

E ai, gostou da matéria? Descobriu como aplicar em sua rotina? Então, já pega um pedacinho de chocolate e clique aqui para conversar com o Dr. Sérgio Pistarino. Garanto que ele irá tirar todas as suas dúvidas.

Caso queira ficar por dentro de mais assuntos como este, clique aqui e assine nossa newsletter.

Contato do Dr. Sérgio Pistarino:

Até mais!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-